Quanto ganha um engenheiro mecânico nos EUA e como atuar na profissão

Quer saber quanto ganha um engenheiro mecânico nos EUA?

Se você é um profissional da área e planeja morar e trabalhar no país, certamente já teve essa dúvida.

Pois saiba que essa profissão tem uma projeção de crescimento de 7% até 2030, com cerca de 20,2 mil vagas sendo abertas por ano.

Neste texto, vamos apresentar a média salarial, fatores que podem aumentar o salário e o que é preciso para atuar como engenheiro mecânico nos Estados Unidos.

Quanto ganha um engenheiro mecânico nos EUA?

A média salarial anual de um engenheiro mecânico nos EUA é de US$ 90,1 mil, com ganhos de US$ 43 por hora.

Os salários podem variar de US$ 58,4 mil a US$ 141 mil por ano, dependendo de diferentes fatores, como região, especialização, experiência e nível do cargo.

Os estados com os maiores salários anuais são:

  • Novo México: US$ 117 mil
  • Distrito de Colúmbia: US$ 115,8 mil
  • Maryland: US$ 112 mil
  • Califórnia: US$ 110 mil
  • Louisiana: US$ 106 mil

Já as áreas com as maiores médias salariais para a profissão por ano são transporte por oleoduto, tratamento de resíduos, extração de gás e óleo, fabricação de produtos derivados de óleo e carvão, e seguradoras.

Além da especialidade por área, o tempo de experiência também pode ter um impacto no salário, com um aumento de até 42%.

Os dados sobre quanto ganha um engenheiro mecânico nos EUA são da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos (Bureau of Labor Statistics).

Veja vídeo sobre salário mínimo nos EUA no nosso canal do YouTube:

Como ganhar mais como engenheiro mecânico nos EUA?

Para atuar como engenheiro mecânico nos EUA é preciso ter um bacharelado na área e, dependendo do cargo que você deseja, deve também ter uma certificação.

Estudos avançados, como mestrado ou doutorado, não são uma exigência, mas certamente podem impactar de forma positiva no salário.

Se deseja atuar na área de gestão, pode buscar um MBA, enquanto para cargos de supervisão com salários mais altos é necessário ter uma licença PE (Professional Engineer).

Engenheiros mecânicos com mestrado, doutorado ou MBA podem aumentar seus ganhos em 15% e até conquistar um cargo de diretor ou vice-presidente da área, com salários ainda maiores.

Quanto maior o treinamento, a especialização e as habilidades do engenheiro mecânico, mais ele poderá negociar seu salário.

Veja uma comparação de média salarial entre algumas especialidades:

  • Design Mecânico: US$ 72 mil/ano
  • Engenheiro Mecânico Sênior: US$ 99,9 mil/ano
  • Engenheiro de Processo Sênior: US$ 102,5 mil/ano
  • Gerente: US$ 113,5 mil/ano
  • Engenheiro-chefe: US$ 119,9 mil/ano

Há também os aumentos salariais por mérito, que chegam a 5% ou mais, por serem profissionais valiosos para a empresa.

Veja vídeo sobre direitos trabalhistas nos EUA no nosso canal do YouTube:

Como ser engenheiro mecânico nos EUA

Sendo brasileiro, além da graduação em Engenharia Mecânica, você precisa atender a alguns requisitos para atuar na profissão nos EUA:

  • Você deve validar ou buscar a equivalência do diploma
  • Tire sua licença junto ao National Council of Examiners for Engineering and Surveying (NCEES)
  • Preste os exames Fundamentals of Engineering (FE) e Principles & Practice of Engineering (PE)

Ainda, você deve solicitar o visto adequado para a sua situação de trabalho.

O visto pode estar atrelado a uma oferta de emprego, como no caso dos vistos H1-B, EB-1, EB-2 e EB-3.

Há também a possibilidade do visto EB-2 NIW, sem a necessidade de um sponsor.

No nosso canal do YouTube você diversos vídeos sobre visto de trabalho nos EUA, como este sobre o EB-2 NIW:

Acompanhe os conteúdos da Imigrefácil para ficar por dentro de tudo sobre imigração e vida nos EUA.