Quanto ganha um advogado nos EUA: valores e requisitos

Quanto ganha um advogado nos EUA: média salarial por estado

Se você é formado em Direito e pretende exercer a profissão no exterior, provavelmente já se perguntou quanto ganha um advogado nos EUA.

Preparamos este conteúdo especialmente para você.

Leia o texto até o final para conhecer a média salarial, os estados e as especialidades que pagam mais, e o que é preciso para atuar como advogado nos Estados Unidos.

Quanto ganha um advogado nos EUA?

A média salarial de um advogado nos Estados Unidos é de US$ 126,9 mil por ano, ou US$ 61,03 por hora.

Os dados são do levantamento mais recente da Bureau of Labor Statistics (BLS), a Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos.

O BLS estima um crescimento de 4% em empregos para advogados até 2029, o equivalente a 32,3 mil novos empregos, chegando a 846,3 mil.

No nosso canal do YouTube você pode assistir ao vídeo sobre como conquistar um visto de trabalho sem sponsor:

https://www.youtube.com/watch?v=dK3KFY7L3v4

A seguir, veja quanto ganha um advogado nos EUA nos estados com maior número de empregos na profissão e com maior média salarial.

Salário de advogado por estado nos EUA

A média salarial de um advogado varia de acordo com o estado onde ele atua.

Na tabela abaixo mostramos quanto ganha um advogado nos EUA com base nos estados que têm o maior nível de emprego (sem contar autônomos):

EstadoEmpregoMédia salarial/horaMédia salarial/ano
Califórnia84.160US$ 86,28US$ 179,4 mil
Nova York76.660US$ 83,68US$ 174 mil
Flórida47.010US$ 66,91US$ 139,1 mil
Texas46.340US$ 68,62US$ 142,7 mil
Distrito de Columbia31.050US$ 94,76US$ 197,1 mil

O estado com maior número de empregos para advogados é a Califórnia, onde a média salarial anual é de US$ 179,4 mil.

Alguns desses estados também estão entre os que apresentam as maiores médias salariais anuais para advogados, lista em que aparecem também Massachusetts e Connecticut – confira na tabela abaixo:

EstadoEmpregoMédia salarial/horaMédia salarial/ano
Massachusetts18.880US$ 81,31US$ 169,1 mil
Connecticut7.710US$ 76,05US$ 158,1 mil

 

Veja este vídeo sobre oferta de trabalho nos Estados Unidos no nosso canal do YouTube:

https://www.youtube.com/watch?v=hQ4mtZHQIlg

A seguir, veja quanto ganha um advogado nos EUA de acordo com algumas especialidades e setores.

Quanto ganha um advogado por especialidade nos EUA?

Outros fatores que determinam a média salarial de um advogado, além do estado, são a especialidade e o setor em que atua.

Conheça os cinco setores com maior média salarial para advogados na tabela abaixo:

SetorMédia salarial por horaMédia salarial anual
Serviços EspecializadosUS$ 112,21US$ 233,4 mil
Fabricação de computadores e equipamentos periféricosUS$ 106,25US$ 221 mil
Cinema e vídeoUS$ 104,98US$ 218,3 mil
TV a cabo e programações por assinaturaUS$ 104,26US$ 216,8 mil
Fabricação de instrumentos de navegação, medição, eletromedicina e controleUS$ 100,22US$ 208,4 mil

Em Serviços Especializados estão empresas de design (interiores, industrial, gráfico, de roupas e jóias), operações comerciais e financeiras, educação e treinamentos, esportes, mídia, vendas e transporte, entre mais de 250 tipos.

Agora veja a média anual para algumas especialidades, segundo o site PayScale:

  • Advogado Trabalhista: US$ 144 mil
  • Advogado Imobiliário: US$ 118 mil
  • Advogado de Propriedade Intelectual: US$ 90 mil
  • Advogado Criminal: US$ 81 mil
  • Advogado de Família: US$ 69,5 mil
  • Advogado de Imigração: US$ 69,4 mil.

Veja no nosso canal do YouTube um vídeo sobre direitos trabalhistas nos EUA:

https://www.youtube.com/watch?v=gT-nH7XKksA

É claro que experiência e formação também influenciam.

Agora que você já sabe quanto ganha um advogado nos EUA por estado e por especialidade, veja como exercer a profissão por lá.

Como ser advogado nos EUA

Não basta ser formado em Direito e ser aprovado no Exame da Ordem do Brasil (OAB) para atuar como advogado nos EUA, afinal, cada país tem sua constituição e suas leis.

Assim, advogados estrangeiros devem atender requisitos de acordo com o estado em que pretendem atuar.

Isso porque, nos Estados Unidos, a legislação tem âmbito estadual.

Todos os estados exigem aprovação no American Bar Association (ABA), similar ao exame da OAB, no estado onde você pretende atuar.

E isso vale tanto para advogados formados no exterior quanto para os profissionais que fizeram sua graduação nos Estados Unidos.

Na maioria das jurisdições, a ABA deve revisar e aprovar o diploma de Direito de outro país, o que pode levar um ano ou mais.

Existem ainda outros requisitos, como:

  • Nova York: aprovação na OAB e realização de mestrado nos EUA (Master of Laws – LLM), antes do ABA
  • Califórnia: aprovação na OAB permite prestar o ABA sem necessidade do mestrado LLM
  • Vermont: reconhece com regularidade diplomas estrangeiros e oferece um programa para advogados estrangeiros se prepararem para o ABA
  • Geórgia: o diploma estrangeiro deve ser de uma universidade sancionada e reconhecida pelo governo do Brasil, além de aprovação na OAB
  • Washington: a universidade do LLM deve ser aprovada pelo Conselho de Governadores.

Outros requisitos em certos estados são a prática da lei em uma jurisdição estrangeira, educação adicional aprovada pela ABA, e educação jurídica com base em precedentes da lei americana.

Saiba que o Direito é uma das áreas do conhecimento que facilitam a emissão de visto EB-2, voltada para profissionais qualificados e que pode levar ao Green Card.

Saiba mais sobre o visto EB-2 no nosso canal do YouTube, acesse:

https://www.youtube.com/watch?v=iAjlv2-gXqw&t=1s

E acompanhe os conteúdos da Imigrefácil para ficar por dentro de imigração, vistos, como morar, estudar e trabalhar nos Estados Unidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *