Como levar pets para os EUA: guia para viajar com cachorro ou outro animal

Na hora de programar uma viagem, a dúvida sobre como levar pets para os EUA surge com frequência para donos de animais de estimação.

Se é o seu caso, este texto traz todas as respostas que você procura.

Você vai descobrir como viajar com cachorro para os Estados Unidos, que tipos de animais são permitidos nessa viagem, regras e exigências, documentos, vacinas e quais companhias aéreas transportam pets para lá.

Acompanhe até o final!

Posso viajar com cachorro para os EUA? 

Sim, é possível viajar com cachorro para os EUA.

No entanto, você deve estar atento às restrições aplicáveis ao período da sua viagem.

Atualmente, os EUA suspenderam a entrada de cães provenientes de países com alto risco de raiva e o Brasil, infelizmente, está na lista.

Você pode acompanhar possíveis mudanças nas regras pelo site do Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC).

A seguir, saiba quais animais são permitidos na sua viagem aos EUA.

Quais animais são permitidos na viagem? 

Cães e gatos são os mais aceitos em viagem internacional, mas existem ainda outros animais reconhecidos como pets pelos EUA, como coelhos, alguns tipos de aves, furões, porco espinho e até roedores e répteis.

A maioria das companhias aéreas transporta apenas cães e gatos, sendo que há algumas exceções para aves, coelhos e lebres.

Também é importante destacar que nem todas as raças de cães e gatos são aceitas por companhias aéreas.

Aqueles animais que possuem o focinho achatado, conhecidos como braquicefálicos, geralmente não podem voar.

Entre as raças que se encaixam nessa categoria, estão Shih-tzu, Pug, Lhasa Apso e Buldogue Francês.

Já algumas raças de gatos braquicefálicos são Persa, Himalaio, Scottish Fold e Birmanês.

Por sofrerem de dificuldade respiratória, esses animais podem ter problemas ao longo da viagem e até mesmo virem a óbito.

Por isso, muitas companhias aéreas não aceitam esses “passageiros”, seja no compartimento de carga ou mesmo na cabine com o dono.

Agora que você já conhece os pets aceitos pelos EUA e pelas companhias aéreas, veja as regras que devem ser seguidas.

Como levar pets para os EUA: atenção às regras 

Alguns fatores devem ser considerados sobre como levar pets para os EUA.

Dentre eles, estão: obtenção de certificado de saúde, atualização de vacinas, testes de diagnóstico ou administração de medicamentos e cumprimento de prazos.

A seguir, conheça as principais exigências em se tratando de cães e gatos.

Documentos obrigatórios 

Para levar seu pet para os EUA, você deverá providenciar alguns documentos antes da sua viagem.

Dentre os obrigatórios, estão:

  • Atestado de saúde do pet
  • Carteira de vacinação em dia
  • Certificado Veterinário Internacional (CVI)
  • Passaporte do pet (você pode preencher o requerimento aqui)
  • Passaporte do dono
  • Visto autorizando entrada do dono nos EUA

No nosso canal do Youtube você encontra vídeo sobre como tirar o seu passaporte, se for o caso:

Vacinas solicitadas 

O primeiro passo para entrar com seu pet nos EUA é levá-lo ao veterinário.

Você precisará apresentar a carteira de vacinação, comprovando a aplicação da antirrábica pelo menos 30 dias e não mais de um ano antes da viagem.

Seu pet também deve ter outras vacinas, como a antiparasitária, além de estar em dia com medicação antipulgas e vermífugos.

Ainda, podem existir exigências locais conforme o estado americano para onde se destina seu voo.

Também deverá apresentar o Certificado Veterinário Internacional (CVI), que pode ser solicitado on-line.

O documento terá validade de 60 dias e você precisará de atestado de saúde do pet, autorização em seu nome para viagem e comprovante de vacina.

Veja as instruções no manual para emissão do passaporte do seu pet.

Exigências das companhias aéreas 

Para levar seu pet para os EUA, você deve atender também determinadas exigências das companhias aéreas.

As principais delas são relacionadas ao porte (tamanho e peso), idade, vacinas, atestado de saúde e, claro, pagamento de taxa, que varia conforme cada companhia.

Para que seu pet possa voar na cabine com você, ele deve caber confortavelmente na caixa de transporte de animais, que por sua vez deve caber abaixo do seu assento.

Cada companhia determina o peso aceito, que varia entre 5 e 10 kg, já contando a caixa de transporte.

A idade do pet também varia, sendo que algumas companhias aceitam a partir de oito semanas, outras a partir de quatro meses.

O importante no fator idade é a determinação atual de seis meses pelo governo americano para ingressar no país.

Cada passageiro pode levar apenas um pet e, em média, as vagas são limitadas de acordo com cada empresa.

Ainda, algumas companhias não aceitam pets no caso de voo internacional com escala.

Exigências do governo americano 

Também existem regras impostas pelo Serviço de Inspeção de Sanidade Vegetal e Animal do Departamento de Agricultura dos EUA (APHIS) para que seu pet possa entrar nos EUA.

Veja as principais:

  • Idade mínima de 6 meses
  • Certificado Veterinário Internacional (CVI)
  • Identificação com microchip (obrigatório para cães, realizada junto à vacina contra raiva ou antes)
  • Laudo sorológico (emitido por laboratório aprovado pelos EUA, no mínimo 30 dias após a vacina)
  • Certificado de saúde
  • Chegar em porto de entrada aprovado, que atualmente consiste em 18 aeroportos americanos.

Agora que você já conhece que pets são aceitos nos EUA, as exigências e os documentos necessários para viagem, conheça quais companhias aéreas aceitam animais de estimação.

Companhias aéreas que aceitam levar pets para os EUA 

Antes de comprar sua passagem, veja quais companhias aéreas aceitam transportar pets para os EUA e qual animal pode viajar de avião.

Ao clicar nos links abaixo, você é automaticamente direcionado para a página da companhia que trata sobre o transporte de pets.

  • Aerolineas: cães e gatos
  • Aeromexico: cães e gatos
  • Air Canada: cães e gatos
  • Air France: cães e gatos
  • American Airlines: cães e gatos, mas não aceita pets em voos internacionais originários do Brasil
  • Avianca: cães, gatos e pequenos pássaros
  • Azul: cães e gatos
  • British Airways: cães de assistência podem voar na cabine com o dono, demais pets devem viajar no porão. Consulte a companhia para saber quais animais são aceitos
  • Copa: cães e gatos (pássaros são permitidos em voos internos nos EUA)
  • Delta: cães, gatos e pássaros domésticos
  • Emirates: apenas cães-guia na cabine. Mais informações com a companhia aérea
  • GOL: cães e gatos
  • KLM: cães e gatos
  • Latam: cães e gatos
  • Lufthansa: cães e gatos
  • Swiss: cães e gatos
  • United: cães e gatos.

Esses animais de estimação podem voar na cabine acompanhados do dono, desde que cumpram o limite de peso e tamanho.

Algumas companhias aéreas também oferecem serviços de transporte de animais de outras espécies, além de cães e gatos que não podem viajar na cabine, no porão ou via cargo.

Lembre que podem haver restrições para entrada de pets nos EUA no período de sua viagem.

Acompanhe tudo sobre os EUA com os conteúdos da Imigrefácil.

 

Para ter mais informações sobre imigração, conhecer nosso programa de MENTORIA ou registrar sua demanda por serviços de nossa equipe, entre em contato!
Será um prazer falar com você e apoiá-lo em seu projeto de imigração.