Quanto ganha um profissional de TI nos Estados Unidos (guia atualizado)

Quanto ganha um profissional de TI nos Estados Unidos

O mercado de tecnologia é rico em oportunidades no exterior, e quem tem planos de seguir esse caminho quer saber quanto ganha um profissional de TI nos Estados Unidos.

O cenário da profissão é positivo, com previsão de 13% de crescimento até 2030, o equivalente a 667,6 mil novas vagas.

São diversas as áreas de atuação e que podem ter bons salários para quem busca o sonho americano.

É isso que vamos mostrar neste texto, além de fatores que influenciam o salário e como atuar na sua área na terra do Tio Sam.

Então, leia até o final para descobrir tudo sobre quanto ganha um profissional de TI nos EUA e dê o próximo passo na sua mudança de vida.

Quanto ganha um profissional de TI nos Estados Unidos? 

Segundo dados da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos (BLS), o pagamento médio anual para ocupações de informática e tecnologia da informação é de US$ 97,4 mil.

É claro que há salários inferiores e superiores, já que as médias dependem de diversos fatores, como áreas de atuação no mercado, regiões e especialidades.

Vamos olhar mais a fundo os aspectos geográficos de dois campos de atuação, o de pesquisadores e o de especialistas em suporte.

O salário médio anual de um cientista de pesquisa é de US$ 131,5 mil, sendo que os pagamentos mais baixos ficam na casa dos US$ 74,2 mil e os mais altos podem ultrapassar US$ 208 mil.

Os estados com as melhores perspectivas salariais são:

  • Oregon: US$ 166,4 mil/ano
  • Arizona: US$ 148 mil/ano
  • Texas: US$ 146,2 mil/ano
  • Massachusetts: US$ 139,5 mil/ano
  • Washington: US$ 136,7 mil/ano.

Já para especialistas em suporte de informática, a média salarial fica em torno de US$ 63 mil, sendo que os vencimentos começam em US$ 38,5 mil e podem chegar a US$ 102,4 mil.

Nesse caso, os melhores estados em termos de salário para suporte de rede são:

  • Nova Jersey: US$ 90,3 mil/ano
  • Washington: US$ 89 mil/ano
  • Massachusetts: US$ 88,3 mil/ano
  • Connecticut: US$ 87,9 mil/ano
  • Distrito de Colúmbia: US$ 86,9 mil/ano.

Como melhorar o salário de um profissional de TI nos EUA? 

Anos de experiência e formação avançada trazem melhores oportunidades salariais, mas existem ainda outros aspectos que influenciam no quanto ganha um profissional de TI nos Estados Unidos.

Um deles é o nicho de atuação, então conheça mais alguns ramos da profissão e suas médias salariais:

  • Arquitetos de Redes de Computadores: US$ 120,5 mil/ano
  • Segurança da Informação: US$ 102,6 mil/ano
  • Analistas de sistemas: US$ 99,3 mil/ano
  • Programadores: US$ 93 mil/ano
  • Administradores de Sistemas de Redes e Computadores: US$ 80,6 mil/ano.

Há outros aspectos que podem aumentar sua rentabilidade, seja qual for a sua área dentro da TI, como cargos, tipo de empresa, habilidades, certificações e treinamentos.

Por exemplo, dentre as habilidades técnicas mais valorizadas estão: cibersegurança, computação na nuvem e aprendizagem automática.

Como ser um profissional de TI nos Estados Unidos?

Independente da área dentro da TI, você vai precisar de um visto de trabalho adequado.

Além disso, conforme o seu campo de atuação, deverá cumprir requisitos de formação superior, sendo que a maioria exige diploma de bacharel.

Para ser pesquisador, que ostenta as melhores médias salariais como vimos, você deverá ter no mínimo um mestrado.

Também é importante estar atento às exigências do estado onde pretende trabalhar, como licenças, certificados e registros.

Então, ficou interessado em imigrar para os EUA, morar, trabalhar ou estudar por lá?

Para dar o pontapé inicial ao sonho, experimente o Vistômetro, ferramenta que indica os melhores tipos de visto para o seu perfil e suas chances de conquistá-lo.

Conheça ainda o programa de mentoria da Imigrefácil, onde você encontra orientação e preparação para conduzir seu processo imigratório da melhor maneira!